Peça seu orçamento sem compromisso

Ozônio no tratamento de água

O uso do ozônio, no tratamento de água de piscina vem crescendo dia-a-dia.

O ozônio é um novo tratamento de água. Uma das grandes vantagens do uso de ozônio para tratamento de água é o fato de ele oxidar (destruir) uma série de compostos orgânicos e inorgânicos e a produção do ozônio (O3) não causa poluição.

Molécula de ozônio

Potencial de oxidação de algumas substâncias químicas

Substância/Composto Potencial de Oxidação (V)
Radical .OH 2,80
Ozônio 2,07*
Peróxido de Hidrogênio 1,79*
Permanganato 1,70*
Hipoclorito 1,49*
Cloro 1,36
Dióxido de Cloro 1,27*
Oxigênio Molecular 1,23*

(*pH=0) (LOBO & RIED, 2008)

O bom rendimento do processo de ozonização

É importante ressaltar que o bom rendimento do processo de ozonização, deve-se buscar uma maior área de transferência entre as bolhas de O3 e o efluente.

Ozonização via ozônio molecular (O3) ou via radicais HO ou os dois?

A oxidação de compostos orgânicos e inorgânicos durante a ozonização pode ocorrer via ozônio molecular (O3), via radicais HO ou ainda pela combinação dos dois e suas correspondentes cinéticas de reação.

O ozônio é um oxidante muito seletivo já os radiciais HO são espécies muito reativas com baixa seletividade, reagindo com a maior parte das moléculas orgânicas com velocidades bem maiores (GLAZE, 1987; Andreozzi et al., 1999)

Ozônio no tratamento de água de piscina
Conclusão: o ozônio é mais indicado

  • o ozônio é o mais indicado
  • o ozônio é mais vantajoso e versátil.
  • o emprego do ozônio visa a formação de radicais hidroxila tornado-o mais eficiente para promover a completa oxidação dos compostos ogânicos.
  • o ozônio não é poluente

 Garanta já sua piscina limpa com ozônio


Dúvidas e suporte:

Matriz: (35) 3265-3161

Menu


Suporte


Siga-nos:


Links

Navegue em nossos links.